quarta-feira, 16 de maio de 2012

Tártaro e Coração, qual a Correlação?

A Doença do Periodonto, é uma  doença muito comum nos cães, cerca de 85% dos cães com mais de três anos de idade são acometidos por está afecção.
A gengivite é a inflamação da gengiva e a periodontite é a destruição de tecidos de sustentação do dente.
Tem como causa principal a placa bacteriana, presente na cavidade oral, em conseguência da falta de higienização (escovação dos dentes etc....) ou da falta das profilaxias realizadas por Médico Vterinários rotineiramente.
As bactérias predominantes na placa bacteriana e nos sulcos gengivais são aeróbias e Gram positivas. A inflamação instalada e a contínua proliferação bacteriana podem acarretar retração ou hiperplasia gengival, formando assim cavidades gengivais que favorecem ainda mais o acúmulo de bactérias, passando então a predominar as bactérias anaeróbias, geralmente Gram negativas (Harvey & Emily, 1993).

OBS: Reparem a retração da gengia e o acúmulo de placa bacteriana. Paciente da Clínica Veterinária Doutor de Bicho, antes do tratamento.

O nosso interesse nesta publicação é mostrar que o "tártato", pode proporcionar o desenvolvimento de doenças sistêmicas como:
- Glomerulonefrite = é o processo inflamatório nos rins, primário ou secundário a doenças inflamatórias   
                                sistêmicas.
- Hapatite = processo inflamatório do fígado
- Poliartrite = inflamação das articulações do corpo, geralmente artrite em mais de cinco articulações.
- Endocardite bacteriana = como uma infecção que ocorre nas válvulas cardíacas ou tecidos endoteliais do coração

Estas inflamações ocorrem devido a bacteremia durante a mastigação, pelo movimento dos dentes com mobilidade e vascularização do periodonto.
Quando abordamos doenças cardio-pulmonares em cães, sempre devemos levar em consideração as doenças periodontais se estiverem presentes neste paciente.

Como vimos a doença periodontal, afeta não somente a cavidade oral, mas sim outros orgãos nobres como o rim e o coração.
Infelizmente a doença periodontal não tem cura, e sim controle. Deve ser feito a higienização diária e o tratamento regular do "tártaro" com o Médico Veterinário.

O mesmo cão, após o tratamento na nossa clínica. Reparem que existe um pequeno sangramenro, devido a inflamação gengival.





Postar um comentário